Musical original “As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão” realiza temporada gratuita no Teatro do Sesi-SP

Inspirado em depoimentos de mulheres envolvidas no Cangaço, musical “As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão” exalta a força feminina.

Mostrando a história de um grupo de mulheres que se rebelam contra mecanismos de opressão que encontravam dentro do próprio Cangaço e encontram, umas nas outras, a força para seguir começa quando Serena, interpretada por Amanda Acosta, descobre que seu filho, que acreditava ter sido morto a mando do marido, Taturano, interpretado por Marco França, está vivo. Largando seu grupo do Cangaço, Serena parte em busca do filho, fazendo com que outras mulheres do bando a sigam, além de companheiras encontradas no caminho.

Para Amanda Acosta, o musical é “o grito de libertação que estas mulheres não puderam dar, mas que darão agora através desta obra escrita pelo nosso grande dramaturgo Newton Moreno”. Para o autor, que se inspirou em documentários e livros para criar o espetáculo, o Cangaço da história se trata de uma janela para retratar temas atuais. “Me fez pensar sobre os espaços onde não imaginamos que existam lutas silenciosas ou que não são mostradas”, conta.

Foto: Priscila Prade/Divulgação

As músicas, compostas por Fernanda Maia, com letras de Newton Moreno, foram inspiradas em ritmos da cultura nordestina. “É de uma riqueza ímpar, cheia de personalidade, identidade e poesia, e, ao mesmo tempo, muito paradoxal”, conta Fernanda Maia, que fez faculdade de música na região Nordeste e é filha de paraibano.

Dirigido por Sérgio Módena, o elenco conta ainda com Vera Zimmermann, Carol Badra, Luciana Lyra, Rebeca Jamir, Jessé Scarpellini, Marcelo Boffat, Milton Filho, Pedro Arrais, Carol Costa, Badu Morais e Eduardo Leão. A coreografia é de Erica Rodrigues. O figurino é de Fabio Namatame, cenário de Marcio Medina e iluminação de Domingos Quintiliano.

Com Fernanda Maia na direção musical, os músicos da produção são Pedro Macedo (contrabaixo), Clara Bastos (contrabaixo), Daniel Warschauer (acordeon), Dicinho Areias (acordeon), Leandro Nonato (violão), Abner Paul (bateria), Pedro Henning (bateria), Roberta Regina (violoncelo) e Felipe Parisi (violoncelo).

O musical realiza sessões às 20h, de quinta-feira a sábado, e aos domingos, às 19h. Os ingressos, gratuitos, são disponibilizados através do site do Centro Cultural FIESP todas as segundas-feiras, às 8h. Ingressos remanescentes são distribuídos no dia da apresentação, 15 minutos antes, na bilheteria do teatro. A temporada vai até o dia 4 de agosto.

Foto: Priscila Prade/Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s