“Barnum – O Rei do Show” estreia curta temporada em São Paulo regastando o lúdico universo circense e debatendo a inclusão

Com Murilo Rosa na corda bamba e Kiara Sasso, Giulia Nadruz e Diva Menner no elenco, musical aterrissa pela primeira vez no país com versão brasileira de Claudio Botelho

“Barnum – O Rei do Show”, um dos mais cultuados musicais da história – que recebeu desde sua estreia, na década de 1980, uma dezena de prêmios Tony e até versão para o cinema – finalmente ganha uma versão brasileira. A estreia é esperada para 01 de outubro de 2021, no Teatro Opus, em São Paulo. Para a novidade – que aqui ganha versão brasileira de Claudio Botelho, direção de Gustavo Barchilon, coreografia de Alonso Barros e direção musical de Thiago Gimenes – foram escalados Murilo Rosa para o papel-título e Kiara Sasso na pele da poderosa Charity – outros destaques são as atrizes Giulia Nadruz dando vida a antagonista Jenny Lind e Diva Menner no papel da mítica Joice Heth.

Murilo Rosa como Barnum. Foto: Divulgação

O elenco estelar dará vida a uma história real que ganhou, no decorrer de sua história, fãs, lendas e muita especulação. Enredo este que nos dias atuais ainda levanta debates importantes que ajudam a contar e a refletir sobre a humanidade, a igualdade e, claro, a inclusão. Barnum, como o nome aponta, é o musical baseado na vida do showman e empresário do ramo do entretenimento Phineas Taylor Barnum, cujo mais famoso empreendimento foi um museu itinerante que era uma mistura de circo, zoológico e personagens freaks, com destaque, por exemplo, para uma mulher de 160 anos.

Um comitê diverso foi montado para que a versão brasileira fizesse plena alusão aos dias atuais – afinal, a história do personagem principal fala de um mundo de outrora mas com questões ainda pertinentes ao planeta atual. “A diversidade é ponto central nesta versão contemporânea. Se em sua época ele poderia gerar controvérsias, é sabido que, amado ou odiado, verdadeiro ou mentiroso, Barnum levantou discussões calorosas”, afirma Barchilon. Afinal, o que é diferente? E por que não incluir e aceitar tais diferenças?

Para além do pensar, “Barnum – O Rei do Show” é, afinal, sobre se emocionar. Já no foyer do teatro será criada uma cenografia para levar o espectador à atmosfera circense, bem como é esperada a cena em que Murilo Rosa anda, literalmente, na corda bamba. Cabe a Kiara Sasso dar vida a sua esposa, a poderosa Charity – mulher que fez os sonhos do marido possíveis e que confirma a velha máxima de que junto de um grande homem sempre existe uma grande mulher – sendo este o verdadeiro coração da história.

Como toda história de amor tem seus oponentes, Giulia Nadruz interpreta Jenny Lind, a contratada para uma turnê que também é alvo de toda a atenção de Barnum – para o lamento de Charity. Já entre a trupe do circo, o destaque vem por meio da cantora recifense Diva Menner, uma mulher trans que emociona na montagem encarnando uma das atrações mais populares de Barnum: Joice Heth, conhecida em sua época como “a mulher mais velha do mundo”

Com curta temporada, o musical estreia no próximo dia 1º de outubro no Teatro Opus, em São Paulo. Os ingressos custam de R$25 a R$200 e estão à venda no site Uhuu e na bilheteria do teatro.

Giulia Nadruz (Jenny Lind), Murilo Rosa (Barnum) e Kiara Sasso (Charity). Foto: Divulgação

ELENCO PRINCIPAL

Murilo Rosa, ator bastante conhecido do grande público, especialmente por trabalhos realizados na TV e no cinema que acumulou durante 25 anos de carreira. Ele retorna aos musicais depois de estrelar o original ‘Entusiasmo’, em 2018, sobre pessoas e passagens importantes de sua carreira.

Kiara Sasso, além ter dado voz à sereia Ariel no filme “A Pequena Sereia”, da Disney, tem no currículo inúmeras protagonistas em grandes musicais como “A Bela e a Fera”, “O Fantasma da Ópera”, “Miss Saigon”, “A Madrinha Embriagada”, que lhe rendeu o Prêmio Bibi Ferreira de Melhor Atriz Coadjuvante pela sua hilária Eva, entre outras.

Giulia Nadruz já atuou em 20 musicais, dentre eles “O Fantasma da Ópera” “Tick Tick Boom!” “MPB”, “Ghost”, “Cinderella”, “Chaplin”, “As Bodas de Fígaro”, “O Elixir do Amor”, “Shrek” no papel de Princesa Fiona e “Fame” no papel de Serena Katz. Dublou a personagem Bela no live action da Disney “A Bela e a Fera”.

Diva Menner é cantora, natural de Recife, estudou canto no Conservatório Pernambucano de música, iniciou-se na noite cantando no conceituado grupo vocal Garçons Cantores com o qual participou de vários concertos e shows. Em 2020 foi semifinalista do Reality show ‘The Voice Brasil’.

Diva Menner (Joice Heth) e Murilo Rosa (Barnum). E Foto: Divulgação

EQUIPE CRIATIVA

Gustavo Barchilon (direção artística). Integrante da equipe artística de Magic Mike no West End, em Londres, em seu currículo constam passagens nas equipes de Moeller e Botelho, bem como o espetáculo Amaluna, do Cirque de Soleil.

Claudio Botelho (versão brasileira). São dele as versões de musicais como “Les Misérables”, “O Fantasma da Ópera”, “My Fair Lady”, “Miss Saigon”, “West Side Story”, “Família Addams”, “A Bela e a Fera”, “Cinderella, o Musical” e “Chicago”. É detentor de prêmios como Mambembe, APTR, Shell, Bibi Ferreira, APCA e a medalha da Ordem do Mérito Cultural, do MinC.

Alonso Barros (coreografia). No Brasil, foi coreógrafo de importantes musicais, como “Despertar da Primavera”, “Pippin”, “Peter Pan”, “A Noviça Rebelde”, “Cinderella”, “Chaplin”. Depois disso, na Itália e Alemanha foi o responsável pela coreografia de “West Side Story”. Em Viena recebeu prêmio pelo musical “The Last Five Years”. No Brasil recebeu três troféus como Melhor Coreografia pelo prêmio Bibi Ferreira.

FICHA TÉCNICA

Direção Geral: Gustavo Barchilon

Direção Musical: Thiago Gimenes

Versão Brasileira: Cláudio Botelho

Coreografia: Alonso Barros

Figurino: Fábio Namatame

Cenógrafo: Rogério Falcão

Iluminador: Maneco Quinderé

Design de Som: Tocko Michelazzo

Visagismo: Dhiego Durso

Perucaria: Feliciano San Roman

Diretora Residente: Vanessa Costa

Coordenadora do Circo: Alessandra Abrantes

Instrutora de Circo: Cinthia Carvalho

Assistente de coreografia: Cecília Simões

Tradução: Cláudia Costa

Adaptação: Gustavo Barchilon

Murilo Rosa como Barnum

Kiara Sasso como Charity

Giulia Nadruz como Jenny Lind

Diva Menner como Joice Heth

Matheus Paiva como Tom Polegar

Thiago Machado como Bailey e Lyman

Marcos Lanza como Amos Scudder e Morissey

Bel Lima como Sra. Stratton

Trupe do Circo: Renata Ricci, Ana Araújo, Bruno Ospedal, Fernanda Muniz, Gabriela Germano, Giu Mallen, João Siqueira, Leonardo Freitas, Luan Pretko, Sara Milca, Tiago Barbosa, Vicenthe Oliveira, Vinícius Silveira.

Lucas Cândido como Goldsmith

SWING: Jefferson Souza

Diretor de Produção: Thiago Hofman

Produtora executiva: Marisa Medeiros

Produtor Local: Gerardo Franco

Coordenadora financeira: Thamiles França

Coordenadora do projeto: Natália Egler

Assistente de produção: Wesley Lima

Assessoria de imprensa: Trigo Comunicação

Realização: BARHO Produções

Local: Teatro Opus (localizado no Shopping VillaLobos) Av. das Nações Unidas, 4777
Alto de Pinheiros – São Paulo – SP

Ponto de venda sem taxa de serviço:

Ingressos pela internet (com taxa de serviço): Uhuu

Totem ao lado da bilheteria do Teatro Bradesco
3º Piso do Bourbon Shopping São Paulo
Rua Palestra Itália, nº 500 • Loja 263 • 3° Piso
Perdizes • São Paulo • SP

Totem ao lado da bilheteria do Teatro Opus
4º Piso do Shopping Villa-Lobos   
Av. das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros – São Paulo, SP.

Vendas na bilheteria do Teatro 2 horas antes do espetáculo.

Formas de Pagamento:
Internet e Totem: Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, American.
Bilheteria: Dinheiro, Visa, Master, Diners, Hiper, Elo, Vale Cultura Ticket(*Somente na Bilheteria), American e Banricompras.

Duração: 100 min.

Classificação: Livre. Menores de 14 anos, somente poderão entrar acompanhados dos pais ou responsáveis. Crianças até 24 meses de idade que ficarem no colo dos pais, não pagam.

ATENÇÃO

Em atendimento ao Decreto nº 60.488, de 27 de agosto de 2021, para acesso ao local do evento é obrigatório a apresentação do comprovante de vacinação contra COVID-19, com no mínimo a primeira dose. O comprovante pode ser físico ou digital (disponível nos aplicativos Conecte SUS, Poupatempo Digital e E-saudeSP).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s