#REVIEW: Em Um Bairro de Nova York (sem spoilers)

Por Madson Melo

Adaptar musicais que nasceram nos palcos para a tela grande sempre foi uma questão para quem se arrisca nesse gênero do cinema. Desde entender como transpor o material do teatro para o cinema, até que músicas ficarão na versão final ou que atores escalar para o projeto, tudo precisa ser pensado da melhor maneira. Na década passada, vimos algumas adaptações, como ‘’Rock of Ages’’ (2012) e ‘’Cats’’ (2019), se tornando alguns dos piores filmes de seus respectivos anos. Então, como ‘’In the Heights’’, aqui ‘’Em Um Bairro de Nova York’’, conseguiria driblar todas essas adversidades e realizar um longa de qualidade e sucesso? Felizmente, todas as decisões tomadas para o filme, acabaram resolvendo essa questão.

Cena de “Em Um Bairro de Nova York” / Reprodução

A obra conta a história de Usnavi, um simpático proprietário de uma bodega de Nova York, que economiza cada centavo todos os dias enquanto imagina e canta sobre uma vida melhor. Além dele, personagens como Nina, Benny, Vanessa e ‘’Abuela Claudia’’ também possuem sonhos e desejos, seja dentro ou fora do bairro de ‘’Washington Heights’’. É um filme sobre a identidade latina em um país que não os abraça completamente. Só por isso, já carrega um grande significado para quase 20% da população americana atual, visto que a indústria de Hollywood sempre foi muito problemática em colocar minorias na telona. A quantidade de atores que, durante décadas, fizeram ‘’brown face’’ (o equivalente ao ‘’black face’’ para latinos) é incontável. Então, dar cara e forma a esse projeto de forma respeitosa sempre foi a grande questão dele como todo.

Para começo de conversa, o elenco é composto de atores, basicamente, desconhecidos, mas muito talentosos, e de origem latina. Anthony Ramos (‘’Hamilton’’) está em estado de graça, mostrando que grandes estrelas latinas só precisam de espaço para existir. Ele cria uma conexão muito rápida com o espectador e acaba por liderar um elenco bastante iluminado e comprometido com o filme. Entre os destaques, para além de Ramos, estão Melissa Barrera como uma Vanessa magnética e determinada, assim como Olga Merediz, que originou o papel de ‘’Abuela’’ Claudia no palco e aqui entrega a performance que sintetiza o filme, nos deixando arrasados em seu grande número.

Anthony Ramos em “Em Um Bairro de Nova York” / Reprodução

Aliás, o roteiro de Quiara Alegría Hudes (também autora do libreto do musical), é muito sobre encontrar seu lugar mesmo que lhe digam que você não pertence a algo. Nós temos a capacidade de nos firmar onde quer que esteja, e o texto, junto da trilha do sempre incrível Lin-Manuel Miranda, se unem para que isso fique bem claro para nós. As letras e melodias de Miranda são inteligentes, viciantes e com muita identidade. Entre as melhores canções, e também momentos visuais do filme, estão a abertura em flashmob de ‘’In the Heights’’, a divertidíssima sequência de ‘’96,000’’, a energética ‘’Carnaval del Barrio’’, e o solo emocionante de ‘’Paciencia y Fe’’.

E, para criar essa força imagética do filme, o Jon M. Chu, não tem qualquer medo de entender que musicais são escapistas, lúdicos e com um escopo muito abrangente. Seus números musicais são incorporados de forma suave a narrativa e não tem coreografia de peruca ou dança em paredes de prédio que te tirem da atmosfera do filme. Pelo contrário, elas te trazem para aquela realidade e fazem com que você queira sentir aquele calor e energia para muito mais do que as duas horas e meia de projeção.

Cada sequência é belamente montada, fotografada e dirigida. E ganham ainda mais pungência no rosto e voz desses atores, que são a epítome de tudo que a obra quer falar. É um desejo de todos poder realizar sonhos, mas é preciso, antes de tudo, sonhar com eles. E nesse misto de fantasia e realidade, que ‘’Em um Bairro de Nova York’’ habita e nos convida para viver. E, nossa, que bela visita você tem ao final de tudo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s