40 musicais que chegam ao Brasil em 2019 (e além)

2018 chega ao fim e com um novo ano, chegam também os novos musicais. Confira 40 produções que devem estrear em 2019 em São Paulo e no Rio de Janeiro e entre no ano novo com muitos musicais planejados!

SÃO PAULO:

O Fantasma da Ópera

Foto: Higor Valentini/Mundo dos Musicais

Com a temporada 2018 encerrada no último dia 23, O Fantasma da Ópera volta a assombrar o interior do Teatro Renault no dia 3 de janeiro. Essa é a segunda produção do espetáculo no país, e conta com Thiago Arancam e Leonardo Neiva como o Fantasma, Lina Mendes e Giulia Nadruz no papel de Christine e Fred Silveira como Raoul, o visconde de Chagny. Com música de Andrew Lloyd Webber, direção de Harold Prince, direção associada de Arthur Masella, supervisão musical de Guy Simpson, movimento e coreografia de Gillian Lynne e coreografia associada de Denny Berry, os ingressos estão à venda até o final do mês de março. Saiba mais.

tick, tick… BOOM!
O musical de Jonathan Larson, produzido pela Companhia Paralela e protagonizado por Bruno Narchi ao lado de Giulia Nadruz e Thiago Machado, com eventuais substituições de Lara Suleiman volta aos palcos do Teatro FAAP em 9 de janeiro, com sessões às quartas e quintas. A direção artística é de Leopoldo Pacheco e Bel Gomes, direção musical de Jorge De Godoy e direção de movimento de Fabricio Licursi. Ingressos comprados até 6 de janeiro terão desconto – saiba mais.

Annie
Apesar de estar aproveitando o Natal na mansão de Oliver Warbucks, Annie retorna ao orfanto em 10 de janeiro, no Teatro Santander, onde fica em cartaz somente até o dia 27 de janeiro. O musical está em cartaz desde o dia 30 de agosto, com Miguel Falabella e Ingrid Guimarães como Oliver Warbucks e a srta. Hannigan, enquanto Luiza Gattai, Maria Clara Rosis e Sienna Belle se revezam no papel da pequena protagonista.
https://www.youtube.com/watch?v=S8NYJUdjCJA

Rua Azusa – O Musical
Na Los Angeles de 1906, em meio à segregação racial dos Estados Unidos, William Seymour, negro e filho de escravos, é escolhido para liderar o movimento na Rua Azusa, quebrando barreiras raciais. Já em 2016, Elizabeth luta para que sua família aceite a adoção de Maria, uma criança negra de oito anos que carrega as marcas de uma sociedade racista. Com direção de Caique Oliveira, o musical conta com músicas originais da Cia Nissi e nomes da música gospel como Adhemar de Campos, Soraya Moraes, Jéssica Augusto e Bennet Jacks no elenco. A estreia acontece em 11 de janeiro no Teatro Brigadeiro.

Um Dia na Broadway
O espetáculo de Billy Bond (que tambem assina o roteiro, ao lado de Andrew Mettine, e a direção musical e arranjos ao lado de Villa) retoma sua temporada no dia 11 de janeiro, com a adição da atriz Bia Jordão no elenco. Em cartaz no Teatro Bradesco, o musical passa por grandes sucessos da Broadway como “Mamma Mia!”, “Cats”, “Mary Poppins” e “Les Misérables”, através da história de uma família de férias em Nova York. Além de réplicas dos figurinos e cenários dos musicais presentes, o espetáculo conta ainda com efeitos em 4D para ajudar a contar a história. A temporada vai até o dia 10 de fevereiro.

Carmen, A Grande Pequena Notável
Com Amanda Acosta no papel protagonista, o musical conta a história de Carmen Miranda, inspirado no livro infantojuvenil homônimo. Julia Romeu e Heloísa Seixas, autoras do livro, também escreveram a adaptação teatral, que conta com direção, cenários e figurino de Kleber Montanheiro, direção musical de Ricardo Severo, luz de Marisa Bentivegna, visagismo de Anderson Bueno. Além de Amanda Acosta, o elenco conta ainda com Daniela Cury, Luciana Ramanzini, Maria Bia, Samuel de Assis e Fabiano Augusto. A peça retorna ao CCBB no dia 12 de janeiro, onde fica em cartaz até 26 de janeiro, sempre aos sábados, às 11h. Uma sessão extra, com ingressos gratuitos, ocorrerá no dia 25 de janeiro, sexta-feira.
https://www.youtube.com/watch?v=I3rvaLrsFYM

O Som e a Sílaba
O premiado musical de Miguel Falabella volta aos palcos em 18 de janeiro, no Teatro Opus. Com Alessandra Maestrini e Mirna Rubim no elenco, o musical conta a história de Sarah Leighton, diagnosticada com Síndrome de Asperger e Leonor Delise, diva internacional da ópera que se torna professora de canto. As apresentações acontecem às sextas e aos sábados, às 21h e aos domingos, às 19h, com temporada somente até 24 de fevereiro – mais informações.
https://www.youtube.com/watch?v=Z8RAs1H2Gc4

A Estranha Vida de Owie Jones
Inspirado na vida e obra de David Bowie, o espetáculo infantojuvenil conta a história de Owie Jones, uma criança do Planeta Mercúrio que nasceu no exato momento em que um meteoro colidiu com o planeta, fazendo com que uma forte luz deixasse uma mancha em seu rosto – vista como uma vergonha pela sociedade mercuriana. Com a ajuda de seus amigos gêmeos – Beth e Bob Kook – Owie desvendará mistérios enquanto espera pela chegada de Tia Sunny, uma viajante das galáxias. Com direção e dramaturgia de Rafael Martín França e direção musical de Tabata Moraiz, que compõem o elenco ao lado de Debora Zanluca e Leticia Tavares, o musical estreia em 19 de janeiro no Centro Cultural São Paulo, onde fica em cartaz até o dia 24 de fevereiro.

Billy Elliot – O Musical
Billy Elliot e seus passos de balé também desembarcam em São Paulo em março, no Teatro Alfa. Com produção do Atelier de Cultura, o musical ainda não divulgou nenhum dos nomes envolvidos na produção. O musical é uma versão do filme homônimo de 2000 e tem músicas originais de Elton John, com letra e texto de Lee Hall. Essa será a primeira versão brasileira do musical, embora o elenco da turnê norte-americana já tenha se apresentado no país em 2013.

70? Década do Divino Maravilhoso – Doc. Musical
Segunda parte de quatro musicais planejados e seguindo o sucesso de “60! Década de Arromba – Doc. Musical”, o musical apresenta mais de 250 sucessos da época. Com a presença do grupo As Frenéticas, que marcaram a época, o público é convidado a relembrar acontecimentos da política, moda, comportamento, esportes e arte em ordem cronológica. O espetáculo chega ao Theatro Net SP em 14 março de 2019.

O Frenético Dancin’ Days
A danceteria que virou até novela chega em 14 de março no Teatro Opus, em São Paulo. Com texto de Nelson Motta (um dos fundadores da boate) e Patrícia Andrade, a direção é de Deborah Colker, em sua estreia como diretora teatral, e que também assina a coreografia ao lado de Jacqueline Motta. Stella Miranda e Érico Brás encabeçam o elenco como Dona Dayse e Dom Pepe. Alexandre Elias assina a direção musical e Gringo Cardia, a direção de arte e cenografia.

Sunset Boulevard
Com Marisa Orth e Daniel Boaventura, o musical de Andrew Lloyd Webber chegará aos palcos do Teatro Santander em março. Produção da IMM e EGG Entretenimento, a produção será dirigida por Fred Hanson, com direção musical de Carlos Bauzys e coreografia de Kátia Barrossaiba mais.

Bullying – O Musical
Descrito como um espetáculo de jovens para jovens, o musical trata de assuntos como suicídio, sexualidade e cyberbullying através da história de Luísa (interpretada por Domenica Dias). A estreia acontece no dia 16 de março, no Teatro West Plaza. O musical conta com direção de Allan Oliver e Breno Ganz, direção musical de André Cortada e letras de Rafael Oliveira.

Aparecida – Um Musical
Com estreia marcada para o dia 22 de março no Teatro Bradesco, o espetáculo retrata nos palcos a história da padroeira do Brasil. Com direção e coreografia de Fernanda Chamma, composições e direção musical de Carlos Bauzys e texto de Walcyr Carrasco, o musical conta com nomes como Leandro Luna, Bruna Pazinatto, Frederico Reuter, Nábia Vilela e Talita Real no elenco – confira.

Pippin
Sucesso no Rio de Janeiro, o revival de Moeller & Botelho para o clássico de Stephen Schwartz chega a São Paulo em parceria com a T4F. Com a temporada no Rio de Janeiro finalizada em outubro de 2018, o espetáculo chega à terra da garoa em janeiro ou março, de acordo com o Estadão, em teatro ainda não definido. O elenco ainda não foi revelado, mas deve repetir nomes como Totia Meirelles no papel de Mestre de Cerimônias e Nicette Bruno como Bertha, mãe de Carlos Magno e avó do protagonista.

Gota D’Água [A Seco]
Adaptação do espetáculo de Chico Buarque e Paulo Pontes com Laila Garin no papel de Joana, o espetáculo, adaptado e dirigido por Rafael Gomes e com direção musical de Pedro Luis, retorna aos palcos paulistas em abril de 2019, embora mais informações ainda sejam mantidas em segredo pela produção.

O Despertar da Primavera
O musical que revelou Lea Michele e Jonathan Groff volta ao Brasil em 2019, novamente pelas mãos de Charles Moeller e Claudio Botelho, que também foram os responsáveis pela produção de imenso sucesso que passou pelos palcos carioca e paulista em 2009. A produção deve estrear em junho de 2019 no Teatro Porto Seguro. Além da produção, os diretores também prometeram a gravação de um álbum com o novo elenco, ainda a ser definido. O musical é uma adaptação da peça de Frank Wedekind, vencendo o Tony Award de Melhor Musical. A história foca em diversos adolescentes e os desafios dessa época da vida – no final do século XIX.

O Natal do Charlie Brown
Parceria da Touché Entretenimento com Leandro Luna, produtor e protagonista das duas montagens brasileiras de “Meu Amigo Charlie Brown”. O musical também é uma adaptação de um especial dos personagens de Charles M. Schulz de 1965. Segundo a produtora, a ideia é que o espetáculo fique em cartaz durante todo mês de dezembro, começando em 2019.

Com Todas as Letras
Com texto, direção e coreografia de Tomaz Quaresma, o musical está em fase de audição para estreia no primeiro semestre, no Teatro Cia. de Revista. Quando Valentin impede Bernardo, um total desconhecido, de pular de uma ponte – pois precisa de ajuda para fazer o mesmo – os dois acabam confessando toda a sua vida um para o outro e os motivos que os levaram até ali. Com personagens que questionam seu gênero e sexualidade, com conflitos que vão da religião à perda de um amor, o musical conta ainda com direção musical de Leonardo Córdoba.

School of Rock
O terceiro musical de Andrew Lloyd Webber a entrar em cartaz em 2019 deve chegar no segundo semestre, no palco do Teatro Santander. Com produção do Atelier de Cultura, o espetáculo é uma adaptação do filme de 2004. Ainda não há detalhes sobre os envolvidos na produção.

Cole Porter – Ele Nunca Disse Que Me Amava

Um musical original de Charles Moeller e Claudio Botelho, o musical estreou em 2000, contando a vida do compositor através do olhar de 6 mulheres que fizeram parte de sua vida – e 39 canções de seu repertório. O musical ganhará um revival em outubro, ainda sem nomes confirmados no elenco.

Conserto para Dois
Claudia Raia e Jarbas Homem de Melo voltarão a contracenar, dessa vez em um formato intimista. Em um espetáculo inédito de Anna Toledo, os dois serão os únicos atores da produção, interpretando de cinco a seis personagens. Thiago Gimenes é o responsável pela composição das canções e pela direção musical. A comédia apresenta um casal cujo casamento passa por uma crise, enquanto estão rodeados de amigos e familiares. Segundo a Veja SP, a estreia deve acontecer em outubro.

O Mágico di Ó
Após ganhar o Prêmio Bibi Ferreira de Revelação pelo roteiro e música de “Cargas D’Água”, Vitor Rocha prepara uma adaptação de “O Mágico de Oz”, transpondo a história para o sertão brasileiro. Ao lado de Mamulengo e do Cabra-de-Lata (a versão do autor para o Espantalho e o Homem de Lata), Dorotéia (que será interpretada por Luiza Porto) enfrentarão O Mágico de Ó. A direção ficará a cargo de Ivan Parente.

Se Essa Lua Fosse Minha

Também de autoria de Vitor Rocha, o musical retratará a história de amor entre Leila e Iago através de ditos populares, lendas e cantigas folclóricas, estreia em 2019, ainda sem período definido.

Lembro Todo Dia de Você
Apesar de não ter anunciado uma volta aos palcos, o vencedor do prêmio de Melhor Roteiro Original da Prêmio Bibi Ferreira 2017 anunciou uma novidade ainda rara para os musicais brasileiros: em 2019, o musical deve lançar um CD com as canções do espetáculo.

RIO DE JANEIRO

70? Década do Divino Maravilhoso – Doc. Musical
Antes de chegar a São Paulo, o espetáculo continua sua temporada no Theatro Net Rio. Com idealização, direção e produção de Frederico Reder, pesquisa, dramaturgia e roteiro de Marcos Nauer e direção musical e arranjos de Jules Vandystadt, o musical retoma suas apresentações no dia 3 de janeiro, convidando o público a relembrar, em ordem cronológica, os acontecimentos, a moda, o comportamento – e é claro, as músicas – dos anos 70, com participação do grupo As Frenéticas.

Nelson Gonçalves – O Amor e O Tempo
Comemorando o centenário do cantor, o musical é protagonizado por Guilherme Logullo (que também idealizou e produziu o espetáculo) e Jullie. Com estreia marcada para o dia 4 de janeiro no Teatro Clara Nunes, os dois serão responsáveis por interpretar o Amor, lado emocional do cantor, e o Tempo, seu lado racional, respectivamente. Em uma narrativa poética, o texto de Gabriel Chalita apresenta a vida do cantor através de 23 canções selecionadas. A direção é de Tânia Nardini e a direção musical de Tony Lucchesi.

O Frenético Dancin’ Days
Com um público que já passa dos 40 mil espectadores, o musical retorna para curta temporada no Teatro Bradesco Rio a partir do dia 5 de janeiro, indo somente até o dia 24 de fevereiro. Retratando a danceteria que virou até novela, o musical tem texto de Nelson Motta (um dos fundadores da boate) e Patrícia Andrade, direção de Deborah Colker, em sua estreia como diretora teatral, e que também assina a coreografia ao lado de Jacqueline Motta e Stella Miranda no elenco.

Bem Sertanejo – O Musical
Com a estreia de Michel Teló como ator, o musical faz nova temporada no teatro Cidade das Artes. Em curta temporada, entre os dias 5 e 14 de janeiro, o musical conta a história da música sertaneja, passando por nomes como Tonico e Tinoco, Sérgio Reis, Leandro e Leonardo e Zezé di Camargo e Luciano. O texto e direção são de Gustavo Gasparani.

Rapsódia – O Musical
Apresentado pela primeira vez em 2013, o espetáculo retorna com novas canções e direção a partir do dia 10 de janeiro no Teatro Serrador, onde fica em cartaz até o dia 16 de fevereiro. Com texto e direção de Mau Alves, o musical mostra os segredos macabros descobertos por Pátrio no porão de uma fábrica de sabonetes, localizada na cidade de Rapsódia. A direção musical é de Tony Lucchesi e a coreografia de Clara da Costa.

Meu Destino é Ser Star
Com estreia marcada para 19 de janeiro, o musical é baseado na obra de Lulu Santos e conta com cerca de 40 músicas do cantor e contará todo o processo por trás de um musical, começando pelas audições. Com direção musical de Zé Ricardo e nomes como Myra Ruiz e Mateus Ribeiro no elenco, o musical fica em cartaz no Teatro Adolpho Bloch.

Macunaíma
Nova produção da premiada Barca dos Corações Partidos, com direção de Bia Lessa. Trata-se da versão musical do romance de Mario de Andrade, adaptada por Verônica Stigger, com direção musical de Alfredo Del Penho e Beto Lemos. A estreia está prevista para março de 2019.

Peter Pan – O Musical da Broadway
Em fase de audições para preencher o elenco no Rio de Janeiro, a temporada carioca da versão musical do clássico de J.M. Barrie já tem estreia prevista para 23 de maio de 2019 no teatro Cidade das Artes. Produzido pela Touché Entretenimento, a temporada contará ainda com oficina de capacitação para 22 jovens, escolhidos através de ONGs e escolas de teatro da região. Com direção de José Possi Neto e direção musical de Carlos Bauzys, a temporada deve se estender até julho.
https://www.youtube.com/watch?v=jpsVLcWfzdo

Wicked
Fruto da parceria da T4F com a M&B, o espetáculo também deve chegar ao Rio de Janeiro no segundo semestre. Ainda não há detalhes sobre a produção e o elenco.

The Wiz
Com produção da Brain+, a versão de “O Mágico de Oz”, tradicionalmente interpretada por um elenco negro, também deve chegar ao país em 2019. Inspirado pelo conto de L. Frank Baum, o musical já ganhou um filme em 1978, com Diana Ross e Michael Jackson como Dorothy e o Espantalho.

Company
O clássico de Stephen Sondheim também deve retornar aos palcos brasileiros em 2020, com produção de Reiner Tenente, que negocia os direitos desde 2016 e divulgou a aquisição no começo de 2018. Dirigido por João Fonseca, Reiner interpretará Bobby, protagonista da trama, que terá direção musical de Tony Lucchesi. Ainda não há previsão para a estreia.

A Cor Púrpura
Com direção de Tadeu Aguiar, a história de Celie, que rendeu o Tony Award de Melhor Atriz para LaChanze e Cynthia Erivo deve chegar ao Brasil em 2019. Embora ainda não tenha local definido, a produção da Estamos Aqui terá versão de Artur Xexéo.

2020 E ALÉM:

Era Uma Vez Nessa Ilha
Vencedor do Tony Award de Melhor Revival, uma nova versão brasileira de “Once On This Island”deve chegar ao Brasil em 2020, com produção de Caio Loki.

Mary Poppins
Fruto da parceria entre a T4F e M&B, a babá praticamente perfeita deve aterrisar em São Paulo em 2020.

A Hora da Estrela
Com produção de Andrea Alves (da produtora Sarau), a adaptação da obra de Clarice Lispector está sendo desenvolvida por Laila Garin e por André Paes Leme.

A Casa das Sete Mulheres
Versão musical do livro de Letícia Wierzchowski e que já ganhou minissérie na Rede Globo, a adaptação vem a cargo da Alto Mar Produções, com direção-geral de Ulysses Cruz e canções originais de Marcus Vianna, além de adaptação de Kiara Sasso e Lázaro Menezes. Com estreia prevista para o primeiro semestre de 2020, o grandioso elenco já é composto por nomes como Marisa Orth, Kiara Sasso, Fafy Siqueira, Alessandra Maestrini, Myra Ruiz, Alessandra Verney, Sandra Rabinovitch, Murilo Rosa, Saulo Vasconcelos e Lázaro Menezes.

Carousel
Com direção artística de Charles Moeller e Claudio Botelho, com Malu Rodrigues como a protagonista do clássico de Rodgers & Hammerstein, a produção da Touché Entretenimento conta a história de Billy Bigelow, que tira a própria vida após ser pego ao realizar um assalto. Quinze anos depois, Billy ganha a chance de passar um dia na Terra, onde conhece sua filha, uma jovem solitária assombrada pela reputação de ladrão do pai, mas recebe um novo senso de esperança ao encontrar o rapaz.

SpongeBob SquarePants – The Musical
Produção da Touché Entretenimento, o musical traz os personagens da animação “Bob Esponja” para os palcos, onde enfrentam a ameaça de destruição da Fenda do Biquíni. A produção deve estrear em 2021 em São Paulo, com Mateus Ribeiro (vencedor do Prêmio Bibi Ferreira de Melhor Ator como Peter Pan) no papel principal.

Something Rotten!
Tambem de produção da Touché Entretenimento, o musical se passa no ano de 1595, onde os irmãos Bottom lutam para conseguir sucesso no teatro, disputando a popularidade com ninguém menos que William Shakeaspeare. O musical estreou na Broadway em 2015, com Christian Borle e Brian d’Arcy James. A produção brasileira será dirigida por José Possi Neto, que repete a parceria de “Peter Pan” com a produtora.

American Idiot
Baseado no álbum homônimo da banda Green Day, o espetáculo conta a história de personagens em busca da redenção. A versão brasileira será dirigida por Mauro Mendonça Filho e produção da Touché Entretenimento. Em 2016, o musical teve o elenco divulgado com nomes como Thiago Fragoso, Di Ferrero, Beto Sargentelli, Thais Piza e Lua Blanco, mas o projeto foi adiado em virtude de outros compromissos do diretor.

First Date
Comédia musical inspirada pelo conceito de encontros às cegas, o musical estreou na Broadway em 2013, com Zachary Levi e Krysta Rodriguez nos papéis principais. A versão brasileira fica a cargo da Touché Entretenimento.

42nd Street
Produzido pela Touché Entretenimento, o musical mostra as tentativas de um diretor de montar um grandioso espetáculo – durante a Grande Depressão. O musical é uma adaptação do livro e do filme de 1933, e recentemente ganhou um revival na Broadway.

Footloose
Adaptação musical de 1998 para o filme de mesmo nome, o musical conta a história de Ren McCormack, um adolescente que se muda para uma cidade do interior onde a dança e o rock foram banidos. O musical chega ao Brasil pela Touché Entretenimento.

Madagascar
Adaptação para os palcos da animação da DreamWorks, onde um leão e seus amigos acabam sendo transportados de um Zoológico em Nova York para a ilha de Madagascar. A produção é da Touché Entretenimento.

Arte: Pedro Torrezan/Mundo dos Musicais

3 comentários sobre “40 musicais que chegam ao Brasil em 2019 (e além)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s