“Comitiva Esperança – Um Musical Regional” estreia em São Paulo

O resultado do núcleo de pesquisa de “Comitiva Esperança – Um Musical Regional” será apresentado em São Paulo nos dias 05, 06, 07 e 08 de julho.

Resultado do processo de pesquisa para montagem do espetáculo “Comitiva Esperança – Um Musical Regional” terá quatro apresentações em São Paulo.

No interior do Brasil, a esquecida cidadezinha de Rancho Fundo é cenário para as histórias de quatro jovens aprendendo a lidar com aquilo que todos temos e não podemos mudar: origens.

Com texto de Vitor Rocha, direção de Igor Pushinov, direção musical de Guilherme Leal, coreografias de Bia Freitas e preparação vocal de Ana Paula Villar.

No elenco estão 24 atores, sendo eles e seus respectivos personagens: Adelaide Leão como Maria Virgínia, Ana Bia Guimarães como Maria Fernanda, Andreia Andrade como Maria Clara, Augusto Costa como José Pedro, Bruno Vaz como José Carlos, Camila Ramos como Maria Carolina, Claudia Garcia como Maria de Lourdes, Cler Alcântara como José Ricardo, Fernanda Goulart como Maria Aparecida, Fernando Rubro como José Matheus, Filipe Santos como José Bento, Isabela Bustamanti como Maria do Socorro, João Domeni como José Roberto, Karla Nasser como Maria Mariana, Larissa Carneiro como Maria de Fátima, Larissa Landim como Maria Lúcia, Lucas Colombo como José Francisco, Mariana Rosinski como Maria das Dores, Roberta Franco como Maria Helena, Rodrigo Vechi como José Maria, Rubia Coelho como Maria Antônia, Tatiana Toyota como Maria Sonia e Yasmin Calbo como Maria do Rosário.

O processo contou com dois dias de audição e teve 13 encontros, de pesquisa e criação cênica, trazendo novas visões para o texto e as músicas. Para Igor Pushinov, o diretor, “Comitiva Esperança é um espetáculo de resgate: das raízes, da simplicidade, da identidade e do encontro”.

O espetáculo tem músicas conhecidas do sertanejo brasileiro, todas com novos arranjos. Guilherme Leal, responsável pela direção musical e também pelos arranjos afirma que “Comitiva esperança traz alegrias e Marias, que cantam as suas histórias e dançam com seus Josés batendo os pés, ao som do ponteio que acerta o coração em cheio”.

Ainda na parte musical, Ana Paula Villar, preparadora vocal do musical e também responsável pelos arranjos diz que “Comitiva Esperança pra mim é o desafio de fazer vir pra fora aquilo que mora dentro de cada um de nós. São as nossas raízes, que de tão escondidas lá dentro, quase não temos acesso. A nossa ‘comitiva’ vem pra nos lembrar que cada um de nós tem um brilho lá dentro que é especial e único. E a gente só precisa deixar sair!”.

“Comitiva Esperança é a busca da essência de quem somos. É o desabrochar da brasilidade que pulsa de dentro pra fora e um reencontro do que sempre fomos.” conta a coreografa Bia Freitas.

Um texto autoral, de uma história regional e brasileira. Apreciador da nossa cultura, o autor Vitor Rocha afirma “É muito importante que a gente fale do futuro e de tudo que pode ser, mas acho indispensável lembrarmos sempre daquilo que molda o que vem lá frente, o que é imutável e intransferível: o que somos, nossas origens. Pra mim, “Comitiva Esperança” é uma história que se passa no interior, não só do Brasil, mas de nós mesmos”.

Sobre a equipe criativa:

Ana Paula Villar começou seus estudos em Brasília, na Escola de Teatro Musical de Brasília (ETMB) tendo entre seus mestres Karol Castro, Michelle Fiuza e Rafael Oliveira. Com a ETMB participou de diversas montagens como Vida Dura, Sim – Annie, como Grace Farrell e Correndo Atrás, além de ser professora de técnica vocal da escola. Ainda em Brasília, estudou canto com Alírio Netto e integrou a Companhia de Teatro Musical de Brasília (CTMB), estreando a montagem original de Entre Sonhos e Sonhos. Em São Paulo, integrou o elenco de Urinal, O Musical, dirigido por Zé Henrique de Paula e em 2016, integrou o elenco de My Fair Lady, dirigido por Jorge Takla e Tania Nardini. Recentemente, esteve em cartaz como Pepita em Cargas D’Água – Um Musical de Bolso, ministra aulas de técnica vocal na 4Act Performing Arts e é Vocal Coach associada de Rafael Villar que também é seu atual professor.

Bia Freitas iniciou seus estudos no Ballet Clássico em 1993, dançou ballets de repertório como Paquita, a Bela Adormecida, Carmem e La Bayadere. Estende seu repertório com as modalidades de Jazz, Contemporâneo e Street Dance. Teve como mestre Marilia Franco e Lissandra Berdugo. Formada em Artes Cênicas na oficina de Atores Nilton Travesso. Em 2005 fez workshops em Nova York nas Academias Broadway Dance Center e Steps. Em 2010 retorna para NY para participar de um curso de especialização em teatro musical com Stephen Schwartz, Tituss Burgess, David Alpert e James Brown III. Coreógrafa do Grupo de Musicais da Cultura inglesa de 2010 a 2012. Em 2014 entra para o elenco de um Musical da Broadway, In The Heights/Nas Alturas, atuando como ensemble e cover. Em 2017 trabalha na produção brasileira do Musical Rock Of Ages e Castelo Rá- Tim- Bum O Musical como Assistente de Coreografia e Dance Captain. Atua como arte educadora na área da dança a mais de 10 anos atualmente no Estúdio Anacã, Promenade e 4ACT Performing Arts.

Guilherme Leal Bacharel em música com habilitação em voz cantada pela Universidade Cruzeiro do Sul e formado em Regência Coral pela Escola Técnica Estadual de Artes. Estudou no Conservatório Souza Lima & Berklee, na Casa de Artes OperÁria e 4ACT Performing Arts, instituições nas quais faz/fez parte do corpo docente. Ator, arte-educador, músico multi-Instrumentista, arranjador e compositor, atua também como produtor e diretor musical no cenário artístico. Em 2016 e 2017, foi preparador vocal, diretor musical residente e versionista em GODSPELL – Em Busca do Amor. Compositor, arranjador e diretor musical em Kool Kidz, em cartaz na Kidzania São Paulo. Como ator, esteve em O Rei Leão Brasil, RENT, Castelo Rá-Tim-Bum O musical e atualmente em cartaz no Musical Popular Brasileiro.

Igor Pushinov é diretor, ator e preparador de atores. Formado pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (EAD-ECA-USP) e pelo Núcleo Experimental de Artes Cênicas do SESI. Entre seus trabalhos recentes estão “Castelo Rá-Tim-Bum – O Musical” como ator e “A Era do Rock – A Comédia Musical da Broadway” como diretor residente, ambos pela 4Act Entretenimento; “Fogo Azul de Um Minuto” direção Zé Henrique de Paula, entre outros. Na Tv, atuou em “Haja Coração”, novela de Daniel Ortiz e direção geral de Fred Mayrink (Rede Globo), “A História Bêbada”, direção de Amílcar Oliveira (Comedy Central/SBT) e “Zé do Caixão” de Vítor Mafra (Space/TNT).

Vitor Rocha iniciou sua carreira na arte através do teatro e ainda criança, no musical “Romão & Julinha” pela Cia. Amistad & Alegria e pelo mesmo grupo recebeu 5 indicações e venceu 4 prêmios “melhor ator” no festival mineiro estudantil de teatro “FESTEJAC”. Se formou ator em Campinas pela Teatro Escola Macunaíma com o musical de sua autoria “Comitiva Esperança”, dirigido por Wanderley Martins, e foi um dos jovens fundadores da Academia Jacutinguense de Letras. Fundou o Grupo Infantil de Teatro – “Pardalzinho” e dirigiu o mesmo nos seus textos inéditos “O Mágico Di Ó” e “Romeu & Julieta & Rosalina”. Para o Grupo Teatral Aplicativo, escreveu e dirigiu o espetáculo inédito “O Meu Coração de Giz & A Rainha Maria Beatriz” em 2016, mesmo ano em que deu início ao Projeto Casusbelli. Na adaptação do seu livro para os palcos, “Casusbelli – O Musical”, foi o responsável pela adaptação do texto e co-letrista. O autor e compositor de “Cargas D’Àgua – Um Musical de Bolso” (2018), hoje conta com mais de 18 espetáculos teatrais em sua história, 2 livros publicados e a assinatura de 6 roteiros teatrais já encenados.

Ficha Técnica:

TEXTO: Vitor Rocha

DIREÇÃO: Igor Pushinov

DIREÇÃO MUSICAL: Guilherme Leal

DIREÇÃO DE MOVIMENTO: Bia Freitas

PREPARAÇÃO VOCAL: Ana Paula Villar

ARRANJOS: Guilherme Leal e Ana Paula Villar

ELENCO: Adelaide Leão, Ana Bia Guimarães, Andreia Andrade, Augusto Costa, Bruno Vaz, Camila Ramos, Claudia Garcia, Cler Alcântara, Fernanda Goulart, Fernando Rubro, Filipe Santos, Isabela Bustamanti, João Domeni, Karla Nasser, Larissa Carneiro, Larissa Landim, Lucas Colombo, Mariana Rosinski, Roberta Franco, Rodrigo Vechi, Rubia Coelho, Tatiana Toyota e Yasmin Calbo

REVISÃO DE TEXTO E PRODUÇÃO DE FIGURINO: Luana Zenun

GERENTE DE PRODUÇÃO: Gustavo Fló

ASSISTENTES DE PRODUÇÃO: Rhaissa Bertalia e Tamires Cândido

ILUMINAÇÃO E OPERADOR DE LUZ: Rafael Bernardino

OPERADORA DE SOM: Giovanna Federzoni

ASSESSORIA DE IMPRENSA: May Calixto por Unicórnio Assessoria e Mídia

comitiva-esperanca-um-musical-regional

Serviço:

Dias e horários das sessões: 05, 06, 07 de Julho às 21h e dia 08 de Julho às 20h

Local: Espaço Cia da Revista (Alameda Nothmann, 1135 – Santa Cecilia, São Paulo)

Valor: R$60,00 inteira e R$30,00 meia entrada (mediante a apresentação de documentos

Os ingressos podem ser adquiridos 1h antes do evento, no local

Duração: 1h30

Gênero: Drama/ Musical

Classificação: Livre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s